Pretty Jet, um banho na sucessão e na gestão!

“A equipe só mergulhou de cabeça quando eu mergulhei, e assim todo o resto aconteceu!“

 

Quem conhece a Pretty Jet de perto sabe que o negócio vai muito além de fabricar e vender banheiras. Tudo o que faz tem a ver com experiências. Para um bom banho, oferece a solução completa, adequando sonhos e espaços, desde a escolha até a instalação.

A empresa tem história e tradição e é movida pelo propósito de encantar seus clientes. Proporciona, a eles, saúde e bem-estar com a experiência de banhos inesquecíveis.

A Pretty Jet foi criada em 1978, pelo empreendedor Salvador Granado. A princípio, fabricava bombas de poços artesianos. Logo depois passou a produzir peças de fibra de vidro.

Até que um cliente chegou com a profética encomenda: uma banheira. Salvador topou, mas o sujeito nunca foi buscar o produto. Para tentar vender aquela peça, ele a expôs na frente da fábrica e, quando viu, já estava no negócio de banheiras.

A Pretty Jet está instalada em São Bernardo do Campo, sede que mantém até hoje e de onde atende o Brasil inteiro.

Salvador conheceu a Metanoia e envolveu toda a família no processo: sua esposa Nelci e os filhos Marcos e Gustavo. Juntos, eles pactuaram a mudança de modelo mental e o salto quântico na gestão. Transformaram o negócio a partir da expansão das competências e do processo de educação dos líderes.

Repensaram a empresa de Corpo, Mente e Alma. Revisitaram clientes, repactuaram combinados internos através do Contrato Empreendedor, firmaram a Carta de Valores e Condutas, redefiniram seus Indicadores de Desempenho, adotando uma linguagem lúdica e clara para apurar os resultados. O propósito foi abraçado por todos.

Feita em 1996, a sucessão foi um sucesso. A segunda geração assumiu a liderança. Quem está à frente do negócio é Marcos Granado. Ele conta com apoio e respeito irrestritos, não só da família como de todos os colaboradores da Pretty Jet. Marcos percebeu que qualquer mudança na empresa tem de acontecer, primeiro, na principal liderança. “A equipe só mergulhou de cabeça quando eu mergulhei, e assim todo o resto aconteceu!“

Marcos segue como grande entusiasta das iniciativas ligadas à criação de mercados éticos, humanos e prósperos, proposta que oferece a Metanoia.

Deixe seu comentário